Branquinho, Dênis Marques (Artilheiro do campeonato com 15 gols) e Luciano Henrique marcaram os gols do bicampeonato

Sport completava 107 anos, mas o parabéns foi para o Santa Cruz

 Capa do Jornal Aqui-PE


BICAMPEÃO Após 25 anos, o Santa Cruz volta a conquistar o bi estadual, fazendo a festa na casa do Leão, aniversariante do dia.

O canto de “parabéns pra você” costuma ser uma homenagem a quem está completando mais um ano de existência. Mas o hino ganhou ares irônicos na tarde de ontem, na Ilha do Retiro, no dia do aniversário de 107 anos do Sport. O dia era do Santa Cruz. A vitória emocionante, por 3x2, na segunda partida da final do Pernambucano Coca-Cola, significou um novo bicampeonato estadual, algo que não acontecia há 25 anos. De quebra, o clube do Arruda terminou com o artilheiro da competição, Dênis Marques, com 15 gols, e botou um gosto azedo no bolo do aniversariante rubro-negro, que teve de engolir a frustração de perder a segunda decisão consecutiva para os corais. O Leão não perdia havia 17 jogos e não sabia o que era derrota em clássicos. As emoções do duelo viveram lado a lado com situações bizarras, como expulsões de treinador e suplente por reclamação, duas bolas em campo, invasão de torcedores e gritos descontrolados do locutor da Rádio Ilha. Por estes momentos, o Estadual lembrou as edições desorganizadas do passado, quando o futebol era mais amador.

Zé Teodoro divulgou um time titular falso para a imprensa. Apenas dez minutos antes da partida foi possível saber a verdadeira equipe, que tinha a surpresa da formação com três atacantes. O Sport, de Mazola Júnior, foi sem surpresas, com o zagueiro Aílson substituindo Tobi, suspenso. O jogo começou num ritmo frenético. Jheimy perdeu uma boa chance no primeiro minuto, e Chicão, outra, aos 2. A tensão era grande. E se o Leão tinha maior posse de bola, isso não adiantou quando Flávio Recife achou Branquinho, com um belo passe, aos 12, e ele marcou. Mas nem deu tempo de os corais comemorarem. No minuto seguinte, Moacir bateu de canhota, e Tiago Cardoso falhou: 1x1. Os rubro-negros, por pouco, não viraram. Desperdiçaram chances com Rivaldo e com Jheimy. Aos 38, perderam Bruno Aguiar, machucado. E enquanto o sistema defensivo se arrumava, uma bola sobrou nos pés de Dênis Marques, aos 39. Com categoria, ele acertou da intermediária, no canto de Magrão. O 15º no Estadual e o primeiro longe da grande área.

Ao Sport, o empate bastava. Mazola colocou o meia-atacante Marquinhos Gabriel. Rivaldo, improvisado na lateral, foi para o meio. Novas oportunidades vieram. E se foram, como o chute de Moacir no travessão. Sandro Meira Ricci não deu bola para a “cera” tricolor. O árbitro ignorou algumas quedas de jogadores e deixou o jogo continuar. Enquanto isso, o locutor da Rádio Ilha fazia pedidos aos berros para os atletas, atitude antidesportiva e que refletia um desespero crescente na torcida rubro-negra. Sentimento ampliado com o gol de Luciano Henrique, aos 29, após falha de Diogo Oliveira: 3x1. O gol de Edcarlos, aos 35, incendiou o jogo, mas os chutes posteriores foram descalibrados. Deu tempo de Carlinhos Bala ser expulso do banco, após chutar bola para o campo. O atacante ainda foi agredido por um torcedor do Sport que invadiu o gramado. Revidou. Um tricolor já havia invadido também. Outro expulso foi Mazola, nervoso. E que depois caiu. Ingredientes do 26º título coral.

HISTÓRIA: Finais entre Sport x Santa Cruz - 22 Partidas - 12 Vitórias do Sport e 10 vitórias do Santa Cruz

 Festa da torcida no Arruda

 Festa da torcida Tricolor

 Pôster do Campeão

Homenagem da FPF

  Os campeões


1º Tempo da partida - Transmissão ao vivo da Globo Nordeste
Narração: Rembrandt Júnior

2º Tempo da partida - Transmissão ao vivo da Globo Nordeste
Narração: Rembrandt Júnior






 Rádio Jornal AM de Recife - Narração: Aroldo Costa





Rádio Transamérica FM de Recife - Narração: Carlos Eduardo





Rádio Clube AM de Recife - Narração: Bartolomeu Fernando





Rádio Liberdade Sat/Folha FM - Narração: Wilson Bezerra



Rádio Nova Timbaúba AM - Narração: Cláudio Lopes





Rádio Arari FM (Araripina-PE) - Narração: Chico Lima





Rádio Cultura FM (Serra Talhada-PE) - Narração: Nill Santos





Rádio Salgueiro FM - Narração: Paulo Barbosa





Rádio Talismã FM (Salgueiro-PE) - Narração: Claudinei Santos





Rádio Olinda AM - Narração: Romualdo Marques


Ficha Técnica:

Jogo: Sport 2 x 3 Santa Cruz
Campeonato: Campeonato Pernambucano / 3ª Fase (Final - 2º Jogo)
Data: 13/05/2012
Hora: 16:00
Local: Recife/PE
Estádio: Ilha do Retiro
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa/PE)
Auxiliares: Pedro Wanderley (PE) e Clóvis Amaral (PE)
4º Árbitro e 5º árbitro: Gilberto R. Castro Júnior (PE) e Roberto José (PE)
Árbitros Adicionais: Gleybson Leite (PE) e Giorgio Wilton (PE)
Delegado: Jorge Burégio (PE) e Fábio Barbosa (PE)
Público: 31.998
Renda: R$ 566.635,00

Sport
Escalação: Magrão, Bruno Aguiar (Montoya) (Ruan), Ailson e Edcarlos; Moacir, Hamilton, Diogo Oliveira, Marcelinho Paraíba e Rivaldo; Jheimy (Marquinhos Gabriel) e Jael
Técnico: Mazola Júnior (Expulso)
Gols: Moacir aos 13 minutos do primeiro tempo e Edcalos aos 36 minutos do segundo tempo
Cartões Amarelos: Marcelinho Paraíba, Montoya e Thiaguinho

Santa Cruz
Escalação: Tiago Cardoso, Memo, Vágner, William Alves e Renatinho; Anderson Pedra (Leandro Souza), Chicão e Natan (Luciano Henrique); Branquinho (Sandro Manoel) Dênis Marques e Flávio Recife
Técnico: Zé Teodoro
Gols: Branquinho aos 12, Dênis Marques aos 40 minutos do primeiro tempo e Luciano Henrique aos 29 minutos do segundo tempo
Cartões Amarelos: Memo, Chicão, Natan, Leandro Souza e Luciano Henrique.
Cartão Vermelho: Carlinhos Bala



Fonte: FPF / Agência CoralNET de Notícias / Jornal do Commércio
Lembranças do jogo:

5 comentários :

Rodrigo Santos da Silva disse...

Tava esperando! Agora vamos começar a Série C rumo ao acesso, e vamos tricolooor!!

Júlio disse...

Muita massa, cara. Parabéns pelo trabalho, mas está trocado aí: Rádio Liberdade está com o áudio da Transamérica (repetido) e a Rádio Clube está com o áudio da Liberdade. A Rádio Clube não tem o áudio.

Abraços!

Germano Barreto disse...

Os áudios foram corrigidos. Obrigado!

Júlio disse...

Sensacional. Maravilhoso. São momentos que ficam para a história. É a história diante de nossos olhos.

Eu estou emocionado com você, Tricolor!

Anônimo disse...

Tricolor bi campeao em cima da coiisa meu vei é pra se fuder