* Post atualizado com o vídeo da partida.

Este jogo foi válido pela 2ª fase do Campeonato Brasileiro da série B e poderia ser chamado de "A Guerra do Arruda", devido as confusões ocorridas no primeiro jogo entre as duas equipes, realizado no estádio Baenão  em Belém do pará no dia 07/10/1995, onde o santa cruz perdeu por 2x1 (gol do santa marcado por Amarildo) e aconteceram várias "catimbas", muito conhecidas do futebol:


1) Torcedores do Remo soltaram fogos durante toda a noite e madrugada próximo ao hotel onde a delegação do Santa estavam hospedada para perturbar o sono dos atletas;
2) A renda da partida que naquela época era dividida entre o time da casa e o time visitante, foi sonegada pela equipe do Remo, que informou haver 10 mil pessoas no estádio, menos da metade do público real, que no mínimo chegaria a 18 mil pessoas;
3) Também houve reclamação da crônioca esportiva pernambucana, pois segundo eles, não havia estrutura para recebê-los nem seguranças para garantir o bom andamento do trabalho;
4) Agressão física aos atletas e comissão técnica na chegada ao estádio.

Em resposta, o Remo teve o mesmo tratamento quando chegou em Recife, a torcida coral fez plantão no hotel Canariu´s em Boa Viagem onde a equipe do Remo estava hospedado, perturbando o sono dos atletas. No segundo tempo da partida, com o jogo já em 2x0 a diretoria do Santa mandou abrir os portões para aumentar a pressão da torcida.


Os gols da partida


1º gol marcado pelo lateral esquerdo Quinho:


Quinho - Lateral esquerdo tricolor.



2º gol marcado por Zé do Carmo:



Zé do Carmo - Meio campista do Santa



Entrevista de Zé do Carmo após o jogo, afinal trata-se do 2º gol de sua carreira, ou seria o 3º?





Ficha Técnica:

Santa Cruz
Marco Aurélio, Paulo Ricardo, Missinho, Amarildo e Quinho, Zé do Carmo, Da Silva e Gil Sergipano, Sorato (Éverton), Zé Roberto e Serginho.
Técnico: Fito Neves

Remo
Róbson, Silva, Marcelo Fernandes, Belterra e Bezerra, Cléberton, Agnaldo, Zé Renato e Dema, Neizinho (Sérgio Luiz) e Demétrius.
Técnico: Cassiá

Árbitro: Sidrack Marinho
Auxiliares: José Teles e Cid Bezerra.
Renda e Público: Não divulgados.


Narração: Adilson Couto / Rádio Jornal
Lembranças do jogo:

0 comentários :